INAUGURAÇÃO DA FÁBRICA 2

17. January 2020

A 17-01-2020 chegou finalmente o momento: 

Com uma grande participação de clientes, fornecedores, o presidente da câmara de Gottenheim, o senhor Christian Riesterer, membros da administração local e do conselho municipal, a equipa de arquitetos liderada por Klaus Wehrle, o senhor Ralf Dürrwächter, gerente da VDWF (Verband der Werkzeug- und Formenbauer; associação dos construtores de ferramentas e moldes), trabalhadores envolvidos na construção, bem como alguns antigos proprietários dos terrenos, colaboradores da AHP Merkle das unidades de Gottenheim, Itália, Portugal, Espanha, China e Alemanha, foi inaugurada a Fábrica 2 que tinha sido concluída no final de novembro. 

O edifício em Gottenheim fica bem visível junto à estrada nacional B31 e numa superfície de 2.100 m² abriga, entretanto, as equipas de montagem, armazém e distribuição. 

Foi alterada a disposição completa na Fábrica 1. No total, no período entre 11-11. e 28-11-19 foram internamente mudadas 34 máquinas com um peso total de 207 toneladas, de modo a permitir que a partir de 02-12 pudesse ser efetuada a mudança das 14 máquinas (peso total de 69 toneladas) que ainda estavam em Waldkirch-Kollnau.  

Sem contar com os respetivos armários de ferramentas, bancadas de trabalho, etc., foram movimentadas 276 toneladas no espaço de 22 dias. Tudo isto teve de ser alcançado enquanto continuava a decorrer o funcionamento normal!

De momento, a AHP Merkle tem um total de 235 colaboradores, estando 213 colaboradores em Gottenheim (incluindo os 19 que até agora trabalhavam em Waldkirch-Kollnau). Em 2010, o ano em que nos mudámos para Gottenheim, tínhamos exatamente 100 colaboradores. 

Nestes 10 anos em Gottenheim, a AHP Merkle evoluiu de forma excelente e conseguiu aumentar o volume de negócios em 197%. No entanto, 2019 foi um ano difícil. Não apenas em termos dos custos para a mudança e o novo edifício (no total foram investidos 5.570.000 de euros, sem IVA), mas também não passámos incólumes à presente situação difícil na indústria automóvel. Fechámos 2019 com uma descida do volume de negócios de 9%. 

Ir para artigo de imprensa
Ir para a galeria de imagens